Era uma vez num planeta nem tão distante assim, uma galera que acordou quatro para seis da manhã … como num passe de mágica eu já estava no outro quarto colocando o tênis e com a roupa de corrida, será que dormi com esta roupa ? e derepente o silêncio quase monástico é cortado por um grito de terror vindo da cozinha : “M#%#% !!” e quando corro para ver o que houve, reconheço minha querida por trás de milhares de respingos de leite, manchinhas brancas por todo lado, na roupa na parede, no chão, geladeira, e uma caneca quebrada no chão … isto não foi legal porque era uma caneca maneira … mas o que importa é que ninguém se machucou e que agora nossa cozinha é decorada de bolinhas brancas (quem vai limpar tantas microbolinhas?)

Recuperados da dor da perda da caneca partimos para a rua, mas sem antes passar pelo quarto perigoso, e dar um alerta : “Acorda ae que não tô afim de pagar mais segunda chamada !!”, as respostas são imediatas : “fecha a portaaaaaaa meu pai tah na sala !!!” e “hununhdasdhuaadaudhahduah to levantando”, fingir que não ouve é uma arte :)

E para completar a manhã divertida, logo no comecinho da corrida/caminhada vemos o sol tentando nos matar, um relógio de rua marcando 14 graus, e um camarada que veio correr de pijama !! 😀 bom-dia pra vc tbém !!